Notícias

Em primeiro plano, os problemas relacionados à obesidade vão muito além da aparência. Por isso, é preciso considerar riscos como a maior exposição ao bullying, bem como o desenvolvimento de conflitos internos e de traumas na infância. Além disso, uma criança acima do peso apresenta mais chances de se tornar um adulto obeso. E há diversas motivações para isso. As crianças e jovens contemporâneos deixaram de participar de brincadeiras que movimentam o corpo, como pular corda, jogar bola e andar de bicicleta. Hoje, a maioria apenas realiza exercícios físicos em horários programados, sozinha e longe dos pais.
A conclusão é que, além de não surgir de forma isolada, a obesidade vem acompanhada de outras questões — como a depressão infantil — que impactam consideravelmente a saúde emocional da criança e, depois, a do adolescente e adulto.

fonte: hospital santa mônica

Aguarde...